14 de fev de 2017

SERVIÇO PÚBLICO: ATENDIMENTO

Chego a uma repartição pública e deparo-me com enorme faixa com a seguinte frase: "A mais honrosa das ocupações é servir o público e ser útil ao maior número de pessoas", de Michel de Montaigne. Naquele local de trabalho havia 5 servidores: 1 na recepção protocolizando documentos e atendendo ligações, 1 atendendo a um usuário em sala reservada, 1 estudando, 1 reclamando de que o sistema não funcionava, 1 no celular (whatsapp direto e não era assunto oficial) e 1 totalmente à toa. E NÃO HAVIA NENHUM CIDADÃO DEMANDANDO ATENDIMENTO. Mesmo assim, depois de eu esperar no balcão mais de 10 minutos, um deles pergunta O QUE É? com enorme má vontade! Quando eu digo, ele levanta e pergunta se eu tenho certeza de que é ali? quem me mandou ir alí? etc etc. L A M E N T Á V E L !

FAZER O BEM

"O homem suporta sempre a consequência das suas faltas. Não há uma só infração à lei de Deus que não tenha punição. A severidade do castigo é proporcional à gravidade da falta. O homem é o árbitro de sua própria sorte, dependendo da sua vontade de fazer o bem". do Evangelho segundo o Espiritismo, Cap XXVII-21.

12 de fev de 2017

MALES DA VIDA

"Se não ultrapassarmos o limite do necessário, não teremos doenças que são consequências dos excessos. Se colocarmos limite à nossa ambição, não temeremos a ruína. Se não quisermos subir mais alto do que podemos, não temeremos cair. Se formos humildes, não sofreremos decepções. Se praticarmos a caridade, não seremos maldizentes nem invejosos. Se não fizermos mal a ninguém, não temeremos vinganças." do Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo XXVII-12.

11 de fev de 2017

PSICOLOGIA DE POLÍCIA E BANDIDO

Tem circulado na internet pequeno texto cuja autoria é atribuída a Sérgio Oliveira – Teólogo e psicólogo. Não confirmei, mas assim mesmo compartilho porque espantou bastante: "Na greve da PM no Espírito Santo cidadãos comuns foram vistos realizando saques em lojas e supermercados. A ausência da polícia revela uma realidade assustadora: o caos ético e moral que se encontra o nosso país. Quando a polícia se torna a regra de conduta das pessoas, o instrumento de controle que as impede de cometer crimes percebe-se a falta de consciência ética e moral. Retirada a polícia vem a tona o desejo latente de um povo corrupto. Idiotice pensar que só políticos são desonestos, tendo oportunidade, muitos se tornam criminosos. A conclusão é a seguinte: Se precisamos de polícia para sermos honestos, somos uma sociedade de bandidos soltos!".

FLAGRANTES

O Brasileiro é mesmo assim? Porque? Como corrigir essas anomalias? 1. - Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas. 2. - Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas. 3. - Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração. 4. - Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura. 5. - Fala no celular enquanto dirige. 6. -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento. 7. - Pára em filas duplas, triplas em frente às escolas. 8. - Viola a lei do silêncio. 9. - Dirige após consumir bebida alcoólica. 10. - Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas. 11. - Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas. 12. - Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho. 13. - Faz " gato " de luz, de água e de tv a cabo. 14. - Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos. 15. - Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto. 16. - Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas. 17. - Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20. 18. - Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes. 19. - Estaciona em vagas exclusivas para deficientes. 20. - Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado. 21. - Compra produtos pirata com a plena consciência de que são piratas. 22. - Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca. 23. - Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem. 24. - Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA. 25. - Frequenta os caçaníqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho. 26. - Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis.... assim como utiliza carro, telefone e outras ferramentas de trabalho em benefício próprio, estendendo essa utilidade a própria família. 27. - Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha. 28. - Falsifica tudo, tudo mesmo... Só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado. 29. - Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem. 30. - Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.